Reserve pelo Whatsapp
+56 95783-3681

Por que viajar para o Chile?

Poucos países no mundo conseguem oferecer uma diversidade de paisagens como o Chile. Sua natureza exuberante tem cordilheira, praias, neve e deserto. Seu povo hospitaleiro e acolhedor, seja nas grandes cidades, seja nos pequenos vilarejos, e a culinária local são apenas alguns dos atrativos que têm conquistado turistas brasileiros e de outras partes do mundo.

Apesar de ser um dos únicos países que não fazem fronteira com o Brasil, há voos diretos saindo de São Paulo, e a viagem tem duração de 5 horas. Ficou curioso? Selecionamos algumas atrações imperdíveis que você só encontra no Chile. Confira!

Deserto do Atacama, fronteira entre o Chile e o Peru

Localizado na fronteira entre o Chile e o Peru, o Deserto do Atacama é considerado o mais árido do mundo, por causa da altitude de 2.400 metros acima do nível do mar, que impede que as correntes marítimas levem chuva para a região. O cenário é deslumbrante com seus lagos coloridos, vulcões, salares, gêiseres e montanhas nevadas. As vicunhas e os famosos flamingos cor-de-rosa complementam a paisagem.

San Pedro do Atacama é a cidade ponto de partida para o passeio pelo deserto e oferece toda a infraestrutura necessária para receber os turistas.

Casas-museu de Pablo Neruda, maior poeta do Chile

Neruda está entre os maiores poetas do século XX e poeta nacional do Chile. Suas três residências são hoje espaços de homenagem ao escritor e também a oportunidade de conhecer as belas cidades onde ele viveu.

Isla Negra

Isla Negra é uma pequena vila de pescadores, a 115 quilômetros de Santiago. Na casa, que imita o formato de um trem, se encontra a maior parte do curioso acervo colecionado por Neruda, entre obras de arte, peças de artesanato, gravuras e fotografias. No passeio até Isla Negra, não deixe também de curtir a vista para o oceano Pacífico.

La Sebastiana

Em Valparaíso, está La Sebastiana, outra casa de Pablo Neruda. Esta é a cidade mais visitada pelos chilenos, e o segundo destino mais procurado pelos turistas estrangeiros. O casario colonial, com suas fachadas coloridas, foi reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Além da visita à famosa casa de Neruda, o passeio até o alto das colinas oferece uma vista incrível de Valparaíso.

La Chascona

La Chascona foi o nome que Neruda escolheu para a sua casa na capital Santiago. Localizada no pé do morro de San Cristóbal, o imóvel foi construído para servir de refúgio para os encontros do poeta com Matilde, que seria sua última mulher. A sala de jantar tem formato de navio e, assim como as outras casas-museu, está repleta de objetos colecionáveis de Neruda.

Valle del Maipo, região vinícola encantadora

A produção de vinhos chilenos conquistou os paladares mais exigentes, e os amantes de vinho podem conhecer as melhores vinícolas do país. Entre as regiões vinícolas mais visitadas, está o Valle del Maipo, especializada na produção de vinhos da cepa carmenère e que é marca registrada da produção vinícola chilena.

Santiago, a capital chilena

A capital chilena é um ponto estratégico para conhecer outras regiões do país. Em poucas horas, você chega aos centros de esqui, às praias e à região vinícola, e por isso ela costuma servir como base para a exploração turística do país.

Mas Santiago é uma atração à parte, com suas amplas avenidas e com a Cordilheira dos Andes ao fundo. Para curtir a vista, vá até o Cerro Santa Lúcia. O esforço para encarar os 300 degraus é recompensado pela visão panorâmica da Cordilheira e dos casarões e arranha-céus da capital. Entre outros passeios imperdíveis em Santiago, está a visita ao Palácio La Moneda e ao Mercado Central para tomar um mote con huesillos, bebida tradicional chilena.

Viu como não faltam atrações para você visitar no Chile? Que tal contar pra gente nos comentários qual das sugestões de passeio foi a sua preferida?